Efeitos Secundários dos Comprimidos Para Emagrecer

Perder peso com recurso a suplementos alimentares estão na moda, mas é necessário ficar atento aos seus efeitos secundários. Os fornecedores de suplementos dietéticos geralmente fazem reivindicações espectaculares sobre o número de quilos que seu produto milagroso vai fazer as pessoas perder, no entanto será que esses queimadores de gordura realmente funcionam? Na nossa opinião, os suplementos dietéticos podem ser eficazes na luta inglória contra os quilos em excesso, mas eles não são a única resposta real para perder peso.

Comprimidos para emagrecer são prescritos principalmente para perder peso a curto prazo quando a pessoa não consegue perder peso depois de fazer diversas tentativas com os métodos habituais. Nesse caso, podem ser eficazes, desde que tomados em combinação com um plano de redução de peso e exercício físico regular. Por outras palavras, os comprimidos para emagrecer podem ser interessantes para pessoas que depois de ter tentado diversas formas de emagrecimento como dietas e rotinas de treino regular não conseguiram obter o sucesso esperado. Os comprimidos para emagrecer são anunciados geralmente como supressores do apetite ou potenciadores termogénicos.

As cápsulas de emagrecimento se forem correctamente utilizadas como suplemento de um plano alimentar equilibrado e exercício físico regular, devemos esperar uma perda de peso de pelo menos 3 quilos no primeiro mês. Um total de 10 a 15% do peso inicial pode ser eliminado com o uso contínuo de cápsulas de emagrecimento. Ou seja, são formas rápidas e tentadoras de corrigir os problemas dos obesos. Comprimidos para emagrecer são uma forma eficaz de lançar seus esforços para perder peso e dar-lhe o impulso final muito necessário para perder os últimos quilos mais persistentes. No entanto, a grande maioria dos comprimidos para emagrecer têm diversos efeitos colaterais que variam de natureza leve a natureza grave.

Efeitos Secundários dos Comprimidos Para Emagrecer

Um dos perigos das cápsulas de emagrecimento que inibem a absorção de gorduras são os efeitos colaterais gastrointestinais, assemelhando-se a manchas oleosas, flatulência, urgência fecal, gordura/óleo nas fezes, evacuações oleosas, defecação elevada, e incontinência fecal. Outro dos perigos das cápsulas de emagrecimento que inibem a absorção de gordura é normalmente uma deficiência de vitaminas A, D, E, K, e betacarotenos.

Graves riscos dos queimadores de gordura dessa natureza pode afectar quem tiver um passado histórico de doença arterial coronária, insuficiência cardíaca congestiva coronária, arritmias ou acidente vascular cerebral. Diferentes efeitos colaterais das cápsulas de emagrecimento deste tipo incluem: dor de cabeça, mais uma vez a dor, dor de estômago, hipertensão, palpitações, anorexia, constipação, náusea, sede, insónia, tontura, nervosismo, desespero, erupção cutânea, acne, etc.

 As prescrições de cápsulas de emagrecimento devem ser feitas ​​juntamente com uma dieta pobre em calorias e diminuir a ingestão de gorduras. A maioria dos candidatos a usar este tipo de medicamentos prescritos de redução ou queimadores de gordura são aqueles que sofrem de síndrome metabólica ou em qualquer outro caso referido como síndrome X.

Em conclusão, hoje em dia, há uma grande quantidade de cápsulas de emagrecimento sem resultados comprovados, no entanto deve dar atenção a algumas cápsulas de emagrecimento que realmente funcionam para atender aos seus objectivos de bem-estar.

Efeitos Secundários dos Comprimidos Para Emagrecer
Avaliar este post
4 Responses to “Efeitos Secundários dos Comprimidos Para Emagrecer”
  1. Marcos Março 15, 2014
  2. Alexandra Abril 7, 2014
  3. Nelson Abril 14, 2014
  4. Pedro Abril 22, 2014

Leave a Reply